Ibope: aumenta o potencial de transferência de votos de Lula para Haddad

Segundo a pesquisa, 22% declararam que votariam "com certeza" no ex-prefeito da capital paulista; em agosto, índice era de 13%

Escrito por: Redação RBA • Publicado em: 06/09/2018 - 16:10 Escrito por: Redação RBA Publicado em: 06/09/2018 - 16:10

Reprodução Internet

São Paulo – O potencial de transferência de votos de Luiz Inácio Lula da Silva  para Fernando Haddad  aumentou. O ex-prefeito de São Paulo chega a 22% das intenções de votos, segundo as pesquisas do Ibope, encomendada pelo jornal O Estado de S. Paulo e a TV Globo, divulgada nesta quarta-feira (5).

Foi perguntado aos entrevistados se, com Lula fora da disputa e declarando apoio a Haddad, eles 'com certeza' votariam, 'poderiam' votar ou não votariam de jeito nenhum no atual candidato à vice do PT. Nessa hipótese, 22% declararam que votariam "com certeza", subindo nove pontos porcentuais, comparado aos 13% apontados em 20 de agosto, quanto o Ibope fez pela primeira vez essa pergunta. Os que "poderiam votar" passaram de 14% para 17%.

Ainda de acordo com a pesquisa, a rejeição ao ex-prefeito caiu de 60% para 53% em duas semanas. 

O local com maior potencial de crescimento para Haddad é o Nordeste. Os dados do Ibope mostram que um terço do eleitorado da região declara intenção de votar nele "com certeza" quando é citado como o candidato de Lula. Além disso, seis em cada dez eleitores de Ciro admitem seguir a orientação de Lula e votar no petista. No caso de Marina, metade de seu apoio poderia migrar para o ex-prefeito.

A pesquisa de intenção de votos não mencionou Lula, a primeira após o ex-presidente ter sua candidatura impugnada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A pesquisa sem Lula mostrou que Jair Bolsonaro (PSL) lidera a disputa neste momento, com 22% das intenções de voto. Ele é seguido por Marina Silva (Rede) e Ciro Gomes (PDT), com 12% cada.

Por outro lado, Lula continuou a figurar na pesquisa espontânea. 22% dos eleitores declaram voto a Lula, liderando os dados, à frente de Bolsonaro, que ficou com 17%. 

Título: Ibope: aumenta o potencial de transferência de votos de Lula para Haddad, Conteúdo: São Paulo – O potencial de transferência de votos de Luiz Inácio Lula da Silva  para Fernando Haddad  aumentou. O ex-prefeito de São Paulo chega a 22% das intenções de votos, segundo as pesquisas do Ibope, encomendada pelo jornal O Estado de S. Paulo e a TV Globo, divulgada nesta quarta-feira (5). Foi perguntado aos entrevistados se, com Lula fora da disputa e declarando apoio a Haddad, eles com certeza votariam, poderiam votar ou não votariam de jeito nenhum no atual candidato à vice do PT. Nessa hipótese, 22% declararam que votariam com certeza, subindo nove pontos porcentuais, comparado aos 13% apontados em 20 de agosto, quanto o Ibope fez pela primeira vez essa pergunta. Os que poderiam votar passaram de 14% para 17%. Ainda de acordo com a pesquisa, a rejeição ao ex-prefeito caiu de 60% para 53% em duas semanas.  O local com maior potencial de crescimento para Haddad é o Nordeste. Os dados do Ibope mostram que um terço do eleitorado da região declara intenção de votar nele com certeza quando é citado como o candidato de Lula. Além disso, seis em cada dez eleitores de Ciro admitem seguir a orientação de Lula e votar no petista. No caso de Marina, metade de seu apoio poderia migrar para o ex-prefeito. A pesquisa de intenção de votos não mencionou Lula, a primeira após o ex-presidente ter sua candidatura impugnada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A pesquisa sem Lula mostrou que Jair Bolsonaro (PSL) lidera a disputa neste momento, com 22% das intenções de voto. Ele é seguido por Marina Silva (Rede) e Ciro Gomes (PDT), com 12% cada. Por outro lado, Lula continuou a figurar na pesquisa espontânea. 22% dos eleitores declaram voto a Lula, liderando os dados, à frente de Bolsonaro, que ficou com 17%. 



Informativo CNTRV

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.