Exportação do calçado cresce e São Paulo está entre os estados que mais vendem aos estrangeiros

Valor ultrapassa 440 milhões de dólares em 2017

Escrito por: Redaçao STICJ • Publicado em: 21/06/2017 - 11:08 Escrito por: Redaçao STICJ Publicado em: 21/06/2017 - 11:08

Divulgação

                Por redação STICJ - O setor calçadista apresenta um novo dado positivo. Somente no mês de maio foram exportados mais de 9,5 milhões de pares com valor aproximado de 103 milhões de dólares. Na primeira metade de 2017 o valor total de vendas fora do país ultrapassa 440 milhões de dólares.

                O estado de São Paulo é o terceiro maior exportador, ficando atrás do Rio Grande do Sul (primeiro) e Ceará (segundo), estados que concentram grandes fábricas. O principal destino do calçado brasileiro segue sendo os Estados Unidos, seguido por Argentina e Paraguai. Por outro lado, milhares de pares entram no país vindo de países asiáticos como Vietnã e China.

                O Paraguai também tem uma fatia importante do mercado brasileiro. Economistas apontam que as chamadas “maquiladoras”, que são empresas brasileiras que produzem em território paraguaio para abastecer nosso mercado interno, seriam, em parte, responsáveis pelo aumento da importação de calçados do país vizinho.

Título: Exportação do calçado cresce e São Paulo está entre os estados que mais vendem aos estrangeiros, Conteúdo:                 Por redação STICJ - O setor calçadista apresenta um novo dado positivo. Somente no mês de maio foram exportados mais de 9,5 milhões de pares com valor aproximado de 103 milhões de dólares. Na primeira metade de 2017 o valor total de vendas fora do país ultrapassa 440 milhões de dólares.                 O estado de São Paulo é o terceiro maior exportador, ficando atrás do Rio Grande do Sul (primeiro) e Ceará (segundo), estados que concentram grandes fábricas. O principal destino do calçado brasileiro segue sendo os Estados Unidos, seguido por Argentina e Paraguai. Por outro lado, milhares de pares entram no país vindo de países asiáticos como Vietnã e China.                 O Paraguai também tem uma fatia importante do mercado brasileiro. Economistas apontam que as chamadas “maquiladoras”, que são empresas brasileiras que produzem em território paraguaio para abastecer nosso mercado interno, seriam, em parte, responsáveis pelo aumento da importação de calçados do país vizinho.



Informativo CNTRV

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.